domingo, 30 de Maio de 2010

Introdução ao estudo do texto dramático








































Para introduzir o estudo do texto dramático, propus aos meus alunos de 7º ano, uma actividade, intitulada “ Faz de conta “, que partiu do seguinte poema de Eugénio de Andrade.





FAZ DE CONTA

__ Faz de conta que sou abelha.

__ Eu serei a flor mais bela.



__Faz de conta que sou cardo.

__ Eu serei somente orvalho.



__ Faz de conta que sou potro.

__ Eu serei sombra em Agosto.



__ Faz de conta que sou choupo.

__ Eu serei pássaro louco.



Pássaro voando e voando

Sobre ti vezes sem conta



__ Faz de conta, faz de conta.



O PÁSSARO E O CHOUPO

Cena I



(Num belo prado verde em plena estação da Primavera)



Pássaro -(alegre) Eu adoro fazer-te companhia.

Choupo - (sorrindo) E eu adoro estar contigo, esteja frio ou calor.

Tanto te faço companhia a ti como a muitos outros iguais a ti.Tenho braços longos para tu lá pousares.

Pássaro - (tímido) Espero que não fiques aborrecido por eu pousar nos teus braços lindos e maravilhosos.

Choupo – (simpático) Claro que não! Também espero que não fiques chateado por pousarem aqui outros animais maravilhosos: esquilos, melros, cucos e até cobras, imagina…Mas, já que não posso sair daqui, ajuda-me a passar o tempo. (triste) Como sou bastante alto, consigo apreciar uma bala paisagem. Às vezes apetecia-me ir dar uma voltinha…

Pássaro – Deixa lá eu vou dando notícias.

Choupo - Gostei de te conhecer e volta sempre porque eu não consigo voar como tu.

Pássaro - Eu também gosto muito de ti! Eu voltarei.

 


A ÁRVORE E O POTRO

Cena I



(A árvore aprecia o potro que brinca no prado)



Árvore – Olá potro o que andas a fazer por aí?

Potro – (triste) Ando a brincar, acompanhado da minha mãe.

Árvore – Por que estás triste?

Potro – Porque ainda não tenho amigos.

Árvore – (a rir) Mas tens-me a mim.

Potro – És uma amiga muito simpática. Quando está calor, a tua sombra é maravilhosa.

Árvore – (sorrindo) Obrigada, potro.

Potro – De nada. Olha, agora vou dar uma volta pelo campo. Quando o sol me aquecer demasiado, volto.

Árvore – Vai andando. Eu vou aproveitar este bom tempo para dormir uma sesta.

Potro – Até logo!

Árvore – Até logo!




A FLOR E A ABELHA

Cena I

(Num belo jardim florido, Flor e a Abelha conversam)

Flor - (contente) – Ora viva Senhora Abelha. O que anda aqui a fazer?

Abelha – Ando por aqui a recolher algum pólen para fazer mel. Não se importa, pois não?

Flor - (a rir) - Não, claro que não me importo. É com muito gosto que contribuo para fazer o mel.

Abelha - (sorrindo) Obrigada, Flor.

Flor - Fico muito contente que as abelhas venham até mim, porque posso falar com elas.

Abelha – Eu também fico muito contente.

Flor – Sabe? Algumas crianças vêm até mim para me cheirar!

Abelha (triste) – A mim não!

Flor - Porquê?

Abelha – Porque eu pico as pessoas.

Flor – As pessoas não são assim tão más com se pensa. Quer saber uma coisa?

Abelha (desconfiada) – Claro, diga lá.

Flor – Tem de deixar que as pessoas mexam, como eu deixo.

Abelha - (pensativa) Está bem, vou tentar não picar as pessoas.

Flor – Agora que já lhe ensinei alguma coisa, vou dormir.

Abelha – Obrigada pelo conselho que me deu. Foi muito agradável falar consigo. Eu também vou dormir, com as minhas amigas. Não tem medo Flor?

Flor – Não, já estou habituada. Algumas formiguinhas vêm dormir debaixo de mim e quando não tenho as formigas falo com as estrelas.

Abelha – Até amanhã.

(No dia seguinte)

Flor - (feliz) – Bom dia. Que bom é acordar com a brisa a bater-me nas pétalas!...

Abelha – Olá Amiga!

Flor - A que se deve esta visita inesperada?

Abelha - (triste) – A Rainha das Abelhas está muito doente, as abelhas andam tão preocupadas que não sabem o que fazer.

For – Em que posso ajudar?

Abelha - (sorrindo) – Já ajudou. O pólen que me deu ontem era tão bom que a Rainha das Abelhas abriu os olhos. Graças a Deus.

Flor - (contente) – Ainda bem. Leve o pólen que quiser.

Abelha – Obrigada amiga, muito obrigada.

Flor – De nada.

Abelha e Flor – Quando precisar de nós é só chamar. Estamos aqui para ajudar, porque juntas do mundo vamos tratar.

(Cai o pano)




Índice

Introdução ao estudo do texto dramático…………………………………………………Pag.1

Jogo do faz de conta…………………………………………………………………….....Pag.2

O pássaro e o choupo……………………………………………………………………...Pag.3

A árvore e o potro………………………………………………………………………....Pag.4

A flor e a abelha…………………………………………………………………………..Pag.5,6



Trabalho realizado pelos alunos do 7º A e do 7º B


Sem comentários: